Bolsonaro volta a atacar a Globo e diz que canal parou de “mamar nas tetas”

Depois da repercussão de uma reportagem do Jornal Nacional, Jair Bolsonaro (PSL) voltou a atacar a Globo em coletiva à imprensa, na manhã desta quarta-feira (30).

Na conversa com jornalistas, o presidente da República defendeu o porteiro que teria ligado para a casa de Bolsonaro e obteve autorização para a entrada de Elcio, no dia da morte da vereadora Marielle Franco (PSOL).

“O porteiro ou se equivocou ou não leu o que assinou. Pode o delegado ter escrito o que bem entendeu e o porteiro humilde acabou assinando embaixo. Isso pode ter acontecido”, comentou ele.

Em seguida, o presidente disparou contra a emissora: “A Globo teve acesso a um processo que está em segredo de Justiça. Ponto final. A Globo disse que teve acesso a papeleta que diz lá o horário que as pessoas entraram no condomínio. Mentira da Globo, tiveram acesso ao processo”.

“Não é de hoje que o Sistema Globo me persegue, a minha família e aqueles que estão ao meu lado. É isso que vem acontecendo. A Globo quer destruir Jair Bolsonaro, que acabou com a mamata da TV Globo de faturar bilhões de propagandas do governo”, completou Bolsonaro.

RD1

Ad

Você também pode gostar...