Confeiteira que foi humilhada cria projeto para ajudar outras mulheres a terem uma renda

Ela comoveu muita gente e a vaquinha recebeu mais de R$ 66 mil em doações, transformando a sua vida completamente.

E agora, Ângela contou pra gente que quer transformar a vida de outras mulheres.

Foi a forma que achei de levar a corrente do bem que me alcançou em frente e abençoar outras vidas“, disse a confeiteira.

angela e os filhos

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Relembre o caso

Ângela vende bolos de pote. Um dia, recebeu uma encomenda pelo WhatsApp e, ao finalizar o pedido, disse que havia uma taxa de R$ 2,00 pela entrega, que é o valor cobrado por um motoboy que a ajuda com os pedidos.

Nas mensagens, a mulher chama Ângela de “louca” e diz que ela “não vai conseguir nada dessa maneira”, porque “taxa de entrega se cobra depois que se tem clientela formada”. Relembre essa história clicando aqui.

Ângela fez um desabafo em sua rede social e a história dela chegou até a gente.View this post on Instagram

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Gente, a Ângela (@deliciasdatatafrois) está há 4 meses trabalhando com bolos para conseguir sustentar a casa onde vive com seus dois filhos pequenos em Marília (SP). ⠀ Mas, recentemente, essa mulher batalhadora foi chamada de “louca” e ouviu ainda que “não conseguirá nada na vida e nem cliente” após ela simplesmente cobrar uma taxa de R$2 para fazer a entrega do pedido.😟 ⠀ Isso acabou com ela que, só não desistiu do seu negócio por causa dos filhos e do aluguel da casa que está atrasado. “Amo fazer bolos, mas essas palavras me feriram e me doem muito ainda”. ⠀ É com a produção de bolos que ela tenta recomeçar sua vida após sair de sua cidade natal e deixar para trás um relacionamento abusivo que viveu por 10 anos. ⠀ A vaquinha é para ela conseguir segurar as pontas nessa pandemia e ainda investir nos seus bolos já que usa batedeira e liquidificador da vizinha. ⠀ Para contribuir com a sua vaquinha, clique no link da bio ou digite direto em seu celular: voaa.me/confeiteira-angela ⠀ #voaa #vaquinhadorazoes #razoesparaacreditar

A post shared by VOAA – a vaquinha do Razōes (@voaa_vaquinhadorazoes) on Aug 3, 2020 at 1:06pm PDT

Foram 1555 transformadores que ajudaram a mudar o rumo dessa história e não só trazer melhorias para o negócio da Ângela, como também aumentaram as suas vendas.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Pois é! Em pouco tempo, ela teve as vendas triplicadas!Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por VOAA – a vaquinha do Razōes (@voaa_vaquinhadorazoes) em 19 de Set, 2020 às 5:07 PDT

Agora Ângela quer ajudar outras mães solo a terem uma renda

Agora, para retribuir toda essa corrente do bem – como ela mesma falou -, Ângela vai ensinar mulheres a prepararem bolos e doces para vender.

Ela conta que depois da história viralizar, muitas mulheres entraram em contato com ela, para saber como foi superar um relacionamento abusivo.

angela

Para ela, muitas mulheres suportam o abuso mais porque não têm uma renda para seguir a vida. Então agora Ângela quer traçar um novo caminho também para essas mulheres.

Ângela vai compartilhar tudo no perfil dela no Instagram, (@deliciasdatatafrois_oficial), mas fez questão de gravar um vídeo para a VOAA, contando sobre o projeto.

Olha só!View this post on Instagram

Gente, a vida da confeiteira que foi humilhada por cobrar taxa de entrega de R$2,00 está seguindo um rumo lindo! 😍 ⠀ Com a repercussão da história, Ângela recebeu uma onda de mensagens de apoio, ganhou presentes de marcas, gravou reportagem e a vaquinha bateu R$ 66 mil. 🎉⠀⠀ ⠀⠀ Agora, para retribuir toda essa corrente do bem, ela vai ensinar mulheres a prepararem bolos e doces para vender, principalmente para aquelas que vivem em relacionamento abusivo, como ela já viveu. ⠀ Que orgulho, Ângela! 🙏 ⠀ Ela vai compartilhar tudo no perfil @deliciasdatatafrois_oficial⠀ ⠀⠀ VOAA, guerreira! ⠀⠀⠀ #voaa #vaquinhadorazoes #razoesparaacreditar #maesolo

A post shared by VOAA – a vaquinha do Razōes (@voaa_vaquinhadorazoes) on Sep 23, 2020 at 3:04pm PDT

Seguimos Acreditando!

A equipe da VOAA apura todas as vaquinhas publicadas na plataforma. Acompanhamos as histórias antes, durante e após finalizar as campanhas em nossas redes sociais.

Depois de anos trabalhando como secretária executiva, Leda criou a @blumenfee_floricultura para ter mais qualidade de vida. A rotina cansativa ficou insustentável e inspirada no jardim da avó, ela resolveu cuidar de flores e criou a floricultura. Quanto amor!❤️ Hoje ela faz delivery, mas logo que isso tudo passar, Leda vai parar o serviço. Ela quer que as pessoas visitem o espaço porque acredita nas sensações boas que ele proporciona, principalmente felicidade. O cheirinho de eucalipto ajuda bem! “Eu quero que as pessoas venham aqui pra sentir como é entrar numa floricultura com a simplicidade que sempre existiu,sem pretensão de venda.” Esse conteúdo é uma colaboração entre @lancomeofficial e @razoesparaacreditar.

A post shared by Razões Para Acreditar (@razoesparaacreditar) on Sep 19, 2020 at 6:14pm PDT

⠀⠀⠀

Ad

Você também pode gostar...