Harfouche mostra força e pode levar disputa na Capital para segundo turno

Com a tendência do PSDB, atual partido da deputada federal, Rose Modesto, em se alinhar ao prefeito da Capital, Marcos Trad, o único pré-candidato a prefeito com vigor de levar a disputa da prefeitura da Capital para o segundo turno é Sérgio Harfouche (Avante).

É o que mostra a pesquisa realida pelo Instituto ITOP e divulgada pelo site Top Mídia News. A pesquisa de opinião que ouviu 1.200 campo-grandenses neste mês de agosto. Rose Modesto (PSDB), que não deve ser candidata, e Sérgio Harfouche (Avante) estão, respectivamente, em segundo e terceiro lugar no levantamento.

Sérgio Harfouche ficou conhecido nacionalmente pela criação do projeto que antes batizado como Lei Harfouche, que prevê a responsabilidade por parte dos alunos por atos de vandalismo e que foi aprovada pela Assembleia Legislativa do MS com o nome de Paz na Escola.

Conforme o site no levantamento estimulado, àquele onde são apresentados os nomes concorrentes ao entrevistado, Marquinhos pontuou 51,5% da preferência popular. Rose – que foi colocada na planilha por afirmar que ainda pensa na disputa – teve 9,08% dos votos, seguida de Harfouche, com 3,08%.

Odilon de Oliveira, inserido no questionário pelos mesmos motivos de Rose, ficou em 4º lugar, com 2,33%. Dagoberto Nogueira (PDT) aparece na sequência com 2%, a frente de Pedro Kemp, do PT, com 1,25%.

Todos os outros pré-candidatos pontuaram abaixo do 1%. 26,26% dos ouvidos preferem o voto em branco ou nulo, ou ainda estão indecisos. Veja a lista completa:

Fonte: ITOP / Top Mídia News

Com Rose e Odilon não devendo ser candidatos e o alto índice de indecisos, quem pode disputar o pleito de forma ativa é o promotor Harfouche, que trocou de sigla no início do ano especialmente para as eleições.

A pesquisa foi realizada pelo Itop (Instituto TopMídia de Pesquisas) entre os dias 17 e 24 agosto de 2020, e registrada no Tribunal Regional Eleitoral sob o número MS-03507/2020. Foram ouvidas 1.200 pessoas das sete regiões de Campo Grande. A amostra a nível municipal tem uma margem de erro de 2,8 para um intervalo e confiança de 95%.

Ad

Você também pode gostar...