Datena encontra Bolsonaro enquanto Lula o ‘seca’ à distância

José Luiz Datena foi recebido por Jair Bolsonaro em Brasília, ontem (21). O apresentador do ‘Brasil Urgente’, da Band, foi lançado pelo presidente na disputa ao Senado na chapa do candidato bolsonarista ao governo de SP, o ex-ministro Tarcísio de Freitas.

A conversa teve o objetivo de confirmar a candidatura de Datena. Inicialmente animado, o jornalista ameaçou desistir do desafio após ser surpreendido com manifestações contra ele feitas por apoiadores do presidente. A citação de seu nome gerou vaias em eventos.

Os desafetos o enxergam como um bolsonarista de ocasião com alma petista. O âncora foi filiado ao PT por 23 anos (de 1992 a 2015) e sempre teve relação amistosa com Lula. Ainda que tenha pensamentos à direita, ele está longe de ser um conservador enérgico como aqueles que formam a tropa ideológica de Bolsonaro.

O presidente insiste em ter Datena ao seu lado na expectativa de que ele puxe votos para Tarcísio de Freitas e, assim, dê colaboração decisiva para derrotar o petista Fernando Haddad, à frente nas pesquisas de intenção de votos ao Palácio dos Bandeirantes.

No telejornal policial ‘Brasil Urgente’, o apresentador tem público fiel. Marca em média 5 pontos de audiência na Grande São Paulo. Este índice representa 1 milhão de telespectadores na região. Ele está associado a uma das bandeiras de Bolsonaro: a defesa dos policiais e o combate impiedoso de criminosos.

Neste momento, São Paulo sofre com o aumento da violência e a consequente sensação de insegurança na população. No horário eleitoral na TV, a partir de agosto, a campanha de Tarcísio vai focar nesse problema sensível ao eleitor paulista. Datena seria um excelente garoto propaganda do plano de governo nessa área.

Este ano, cada Estado vai eleger apenas 1 senador ou senadora. Na pesquisa Exame/Ideia divulgada em 9 de junho, Datena liderava a preferência do eleitorado com 19%. Márcio França (PSB) apareceu com 14%. Outros candidatos tiveram números bem mais baixos.

Enquanto Jair Bolsonaro afaga Datena, Lula torce para que o apresentador abandone a candidatura. Se isso acontecer, França estará confortável na liderança das pesquisas ao Senado e se sentiria mais estimulado a desistir definitivamente de disputar o governo de São Paulo, transferindo numerosos votos para Haddad.

Indisfarçavelmente vaidoso, Datena sabe de sua importância no cenário eleitoral e alimenta o mistério a respeito do que irá fazer. Ele precisa comunicar sua decisão até 2 de julho, prazo final para se afastar da televisão caso seja candidato.

Tem sido cada vez mais frequente um comunicador ganhar poder político a partir de sua popularidade diante das câmeras de TV. Anteriormente, João Doria (PSDB) aproveitou o sucesso no comando do reality show de negócios ‘O Aprendiz’, na RecordTV, e do prestígio de seu talk show com empresários ‘Show Business’, na Band, para se eleger prefeito de São Paulo e depois governador do Estado.

Outras figuras televisivas também usaram o trabalho na mídia como trampolim para a carreira política, como o apresentador Jorge Kajuru (senador por Goiás pelo Podemos), o ator Alexandre Frota (deputado federal por SP pelo PSDB), o influenciador Thammy Miranda (vereador na cidade de São Paulo pelo PL) e o humorista Tiririca (deputado federal por SP pelo PL).

Sala de TV – Terra

Ad

Você também pode gostar...