Apesar da pandemia, candidatos não abandonam as reuniões nos bairros

Apesar da pandemia do coronavírus, os candidatos a prefeito de Campo Grande não abandonaram as reuniões nos bairros da cidade, em que existe o contato direto com o eleitor, com apresentação de propostas e currículo. A diferença é a presença de poucas pessoas, com uso de máscaras e álcool em gel.

No começo da campanha os partidos admitiram que o foco seria as redes sociais, com equipes maiores e até contratação de cabos eleitorais para trabalhar na internet, no entanto com o passar dos dias os candidatos “encaixaram” as visitas aos bairros em suas agendas.

Eles alegam que têm muitas pessoas que ainda preferem o contato direto com o candidato, conversar pessoalmente e não apenas receber mensagens pelas redes sociais, programas na TV ou até no rádio. Ainda querem ouvir de perto o que cada político tem a oferecer para seu bairro e região.

Com menor intensidade, a campanha nas ruas da área central com bandeiras, adesivagem e as famosas visitas nas feiras também foram mantidas, mesmo que com equipes menores e aglomeração bem distante de outros pleitos.

Com 15 candidatos a prefeito, Campo Grande está diante de uma campanha atípica, mas que ainda mantém algumas tradições de pleitos anteriores, com algumas mudanças e prevenção.

Ad

Você também pode gostar...