Em defesa de Bolsonaro, supermercado e imobiliária anunciam boicote à Globo

Apoiadores de Jair Bolsonaro, uma imobiliária e uma rede de supermercados de Curitiba informaram que vão cortar os seus anúncios nas emissoras da Globo, em protesto contra as últimas notícias veiculadas pela emissora sobre o assassinato da vereadora Marielle Franco

A Habitec Imóveis e os supermercados Condor se manifestaram por meio de notas que justificavam o boicote à Globo por discordar do posicionamento do canal dos Marinho em relação ao atual governo. 

“Em vista do posicionamento duvidoso da Rede Globo em relação à pessoa do nosso Presidente da República, comunico que hoje tomamos a decisão em nossa empresa de cancelar nossas inserções em todo o jornalismo nacional da emissora, isto é, Bom Dia Brasil, Jornal Hoje e Jornal Nacional, bem como de programas que vão contra os princípios e valores familiares”, diz o comunicado. 

Na semana passada, o Jornal Nacional causou polêmica ao exibir uma reportagem na qual mostrava um trecho do processo do assassinato da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes. Um dos porteiros do condomínio Vivendas da Barra afirmou que “Seu Jair” liberou a entrada de um dos acusados pelo assassinato da dupla.

Os registros da portaria mostravam que o ex-policial militar Élcio Queiroz, outro suspeito de participar do crime, teria afirmado que iria visitar a casa 58, que é a de Bolsonaro, o que foi desmentido posteriormente.

Mesmo a reportagem confrontando a informação ao mostrar que Jair Bolsonaro estava em Brasília no momento do ocorrido, o presidente não deixou de externar seu descontentamento, fazendo ataques e ameaças à Globo.

RD1

Ad

Você também pode gostar...