PTB vai repassar comando a Delcídio e não descarta tê-lo como candidato

O PTB prepara uma solenidade para passar o comando regional do partido ao ex-senador Delcídio do Amaral, no próximo dia 21 de setembro, na Câmara Municipal de Campo Grande. O Evento terá a presença do ex-deputado Roberto Jeferson, que ficou conhecido por revelar o esquema do “mensalão”, no governo Lula.

O atual presidente do partido, o deputado Neno Razuk, afirmou que abriu mão do comando da legenda em favor de Delcídio, pela sua densidade eleitoral e experiência na vida política. Disse que agora vai se dedicar ao seu mandato de deputado estadual, enquanto que Delcídio irá cuidar do partido.

Neno não descarta a possibilidade de Delcídio ser candidato na eleição de 2020 a prefeito ou voltar apenas em 2022, disputando o governo estadual ou Senado. “Vai depender da vontade dele, o partido está de portas abertas para aceitar sua decisão de concorrer”, disse ele.

Delcídio teve o mandato cassado no Senado, após prisão na Operação Lava Jato, no entanto conseguiu absolvição das acusações. Ele entrou na disputa eleitoral do ano passado, no final da campanha, concorrendo ao cargo de senador, mas não ficou entre os dois primeiros colocados.

Ad

Você também pode gostar...