Campanha de vacinação tem dia D neste sábado

O Dia D da Campanha de Vacinação acontece neste sábado (04) nas 68 unidades básicas de saúde e no trailer instalado na Praça Ary Coelho, das 7h15 às 16h45, sem intervalo de almoço. Devem trabalhar neste dia, aproximadamente, 500 profissionais de saúde para imunizar, exclusivamente, contra a gripe.

O lançamento do Dia D ocorre no trailer instalado na Praça Ary Coelho, no Centro de Campo Grande, às 8 horas, e vai contar com a presença do prefeito Marquinhos Trad, do secretário de Saúde, José Mauro de Castro Filho, e de funcionários da pasta.

“Precisamos mobilizar a população que faz parte dos grupos de risco para receberem a vacina. Abrimos todas as unidades básicas de saúde neste sábado para garantir o acesso daqueles que porventura não podem ir durante a semana e para sensibilizar a sociedade para o importância de se imunizar”, explicou o secretário José Mauro.

A população do grupo de risco estabelecido pelo Ministério da Saúde deve receber a dose da vacina para ficar protegido contra os três subtipos do vírus da gripe que mais circularam no último ano: (A/H1N1; A/H3N2 e influenza B).

Grupo de risco
Podem receber a dose da vacina indivíduos com 60 anos ou mais de idade; as puérperas (mulheres até 45 dias após o parto); os trabalhadores de saúde; os povos indígenas; os portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais; e, os professores de escolas públicas e particulares; as crianças de 6 meses a menores de 6 anos (5 anos, 11 meses e 29 dias); as gestantes; e, os policiais civis, militares, bombeiros e membros ativos das Forças Armadas. Os adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas e a população privada de liberdade, bom como os funcionários do sistema prisional serão imunizados em esquema de programado pela Sesau.

Para receber a dose, todos os públicos do grupo prioritário devem apresentar o Cartão Nacional de Saúde (CNS) e/ou número prontuário da rede de saúde de Campo Grande (Hygia); documento pessoal de identificação; e, a caderneta de vacinação (caso tenha).

Além dos documentos exigidos para todos, os profissionais de saúde devem apresentar a carteira de conselho ou holerite; as gestantes e puérperas: cartão da gestante, laudo médico ou exames com identificação; os indígenas: cadastro na SESAI; e os os policiais civis, militares, bombeiros e membros ativos das Forças Armadas: documentos comprobatórios que informe a condição de policial civil ou militar. O controle mais rigoroso para imunizar as pessoas do grupo de risco é para atender as recomendações do Ministério da Saúde, que não irá disponibilizar doses extras.

Site

Para facilitar o acesso às informações da Campanha, a Sesau disponibiliza um site específico disponível em www.campogrande.ms.gov.br/sesau e clicar em “Camp.Gripe” na barra de menus. Neste endereço, estão todas as informações sobre quem deve se vacinar, locais de vacinação e documentos que devem ser apresentados.

A doença
A gripe é uma doença respiratória causada pelo vírus influenza que é transmitida através do contato com secreções das vias respiratórias, eliminadas pela pessoa contaminada ao falar, tossir ou espirrar e também por meio das mãos e objetos contaminados, quando entram em contato com a boca, olhos e nariz. A gripe provoca febre, dores no corpo e mal estar. Quem perceber esses sintomas deve procurar um posto de saúde.

Fonte: Prefeitura de CG

Ad

Você também pode gostar...