Segurar pum pode ser perigoso? Entenda o caso de Pocah

Segurar pum, geralmente, é visto apenas como um ato de educação. Afinal, muitas vezes as flatulências possuem um cheiro desagradável e um grande potencial para provocar constrangimentos. No entanto, esse hábito tende a ser relativamente perigoso para o corpo, visto que o acúmulo de gases pode causar distensões e fortes dores abdominais. Foi o que aconteceu com a ex-BBB Pocah.

Na última terça-feira (15), em suas redes sociais, a cantora relatou que acordou com uma dor “surreal” na barriga e se dirigiu imediatamente para o hospital. Após ser avaliada pelos médicos, ela foi diagnosticada com retenção de flatulências – ou como a própria Pocah preferiu nomear: “peido preso”.

Entenda os riscos de segurar pum

De acordo com a Sociedade Brasileira de Motilidade Digestiva e Neurogastroenterologia (SBMDN), o ato de soltar gases pelo corpo é algo natural e necessário para todo ser humano. O acúmulo de flatulências pode provocar dores agudas e distensões na região abdominal. Por isso, é importante, sempre que possível, não segurar pum.

Em situações delicadas, onde a flatulência pode gerar constrangimentos, o ideal é ir até o banheiro mais próximo e atender às necessidades do organismo. “Todas as pessoas produzem gases intestinais regularmente e, quando em excesso, devem ser eliminados. Esses gases são resultantes de um processo biológico normal, chamado fermentação, que ocorre durante a digestão dos alimentos”, esclarece a SBMDN.

Ainda de acordo com a entidade, para evitar problemas relacionados ao acúmulo de gases e o excesso de flatulências, é importante que o paciente tenha uma alimentação saudável, mastigue bem os alimentos e pratique atividades físicas com regularidade. A combinação desses fatores, além de diminuir a produção de flatos também facilitará a eliminação deles de maneira saudável.

Confira a lista de alimentos que podem aumentar a produção de gases

  • Leguminosas (feijão, grão de bico, lentilha);
  • Vegetais crucíferos (repolho, couve-flor, brócolis, alcachofra);
  • Lactose, presente em leite e derivados;
  • Amido (batata, cereais, trigo);
  • Produtos industrializados em geral;

A flatulência excessiva, segundo a SBMDN, também pode ser causada pela aerofagia – ingestão de ar em quantidade anormal. Por isso, é fundamental comer com calma, em ambiente tranquilo, mastigar muito bem os alimentos antes de engolir e não ingerir líquidos junto das grandes refeições.

Ad

Você também pode gostar...