“MasterChef”: conheça os participantes da nova temporada

MasterChef – A Revanche, nova temporada do reality show culinário da Band, teve seus participantes divulgados nesta terça-feira, 8, em coletiva para jornalistas realizada na emissora. O programa contará com 20 ex-participantes do elenco das seis temporadas anteriores. O programa

'MasterChef - A Revanche': ex-participantes retornam ao programa - A Band divulgou os participantes do 'MasterChef - A Revanche', nova temporada do reality show que conta apenas com ex-participantes das seis temporadas anteriores do 'MasterChef Brasil'. Confira a seguir quem são os 20 competidores que estarão no programa.
‘MasterChef – A Revanche’: ex-participantes retornam ao programa – A Band divulgou os participantes do ‘MasterChef – A Revanche’, nova temporada do reality show que conta apenas com ex-participantes das seis temporadas anteriores do ‘MasterChef Brasil’. Confira a seguir quem são os 20 competidores que estarão no programa.Foto: Reprodução de ‘MasterChef – A Revanche’ (2019) / Band / Estadão

Duelos: como funcionará o MasterChef – A Revanche

Logo de cara, o MasterChef – A Revanche colocará os 20 participantes para disputarem as 10 vagas para competir o restante do programa, em duelos que serão escolhidos por eles mesmos.

Diferentemente de outras temporadas, uma novidade: desta vez, os duelos do 1º episódio contarão com plateia no estúdio.

Na sequência, a maior parte dos episódios começam com provas coletivas ou por equipes. “Vão afunilando até ficar dois [participantes], e a prova final é sempre um duelo. São várias ‘finais’. É diferente de escolher um vencedor, você está escolhendo junto um perdedor”, explicou Ana Paula Padrão.

Os participantes do MasterChef – A Revanche

Sobre o fato de três participantes terem disputado a 6ª temporada, gravada há meses e exibida em 2019, a diretora do programa explicou: “A gente optou por fazer a temporada especial e aproveitar as seis temporadas dos amadores. Entendemos que Haila, Juliana e Helton eram pessoas que estavam ali dentro dos critérios”.

Paola Carosella afirmou ter notado até mesmo uma mudança no comportamento dos participantes: “Uma das maiores surpresas que eu tive foi o grau de humildade das pessoas que voltaram aqui. Eles chegaram arrogantes na 1ª vez e chegaram completamente diferentes nessa”.

Paola Carosella também contou que nenhum dos participantes cometeu o mesmo erro que causou sua eliminação durante a primeira passagem no MasterChef: “Graças a Deus não aconteceu”.

O que esperar das provas do MasterChef – A Revanche

Entre os momentos que já foram divulgados pela emissora, estão o preparo de pratos exóticos como croque-en-bouche, enguia, acarajé e até mesmo uma prova com fermentação natural de pães que durou 24 horas.

O tradicional relógio do MasterChef foi substituído por um eletrônico. “Como as provas são mais longas, aqueles segundos finais não fazem tanta diferença”, afirmou Ana Paula Padrão. Mesmo assim, o participante Helton, por exemplo, durante uma correria em sua estreia acabou escorregando. “Quem nunca caiu?”, brincou.

Paola Carosella também deu um ‘spoiler’ que pode deixar os fãs do programa tranquilizados na reta final da preparçaão dos pratos: “A gente não teve problema de não encerrar a prova. Ninguém deixou de entregar prato“.

Erick Jacquin também prometeu momentos de emoção, especialmente nos momentos de eliminação: “Eu chorei, tudo bem, duas, três vezes. Não consegui segurar. Pode ser que minha vida tenha mudado. Antes eu gritava muito, agora eu choro”.

A escolha dos participantes do MasterChef – A Revanche

Segundo a produção, os jurados só descobrem quem são os participantes de cada temporada no próprio estúdio, quando as gravações têm início. No MasterChef – A Revanche, não foi diferente.

A diretora do programa, Marisa Mestiço, também abordou os critérios para a escolha dos participantes: “Não teve uma relação de carisma. Não é critério. O programa é um talent show de gastronomia”.

“O Material humano chega pronto para eles [jurados]. Tenho uma equipe que começa a acompanhar a história das pessoas desde a 1ª temporada. Nossa estrutura é entender o quanto a parte gastronômica dessas pessoas sofreu uma transformação”, continuou.

Em seguida, concluiu: “A intenção era equacionar para que se representasse o Brasil e conseguir entender o que essas pessoas passaram pela cozinha, o que [o MasterChef] representou e como está a vida delas agora.”

“A imensa maioria dos participantes sai daqui e continua na vida da gastronomia. Vai dar aula, abre o próprio restaurante, trabalha em restaurante, faz eventos sequenciais, investe em comida ou estão por trás de restaurantes”, afirmou Ana Paula Padrão.

Os critérios do MasterChef – A Revanche

critério de avaliação do MasterChef – A Revanche, continua sendo o prato entregue ao final de cada prova, em quesitos como sabor, apresentação, acidez, ponto, entre outros.

Ana Paula Padrão fez questão de ressaltar que fatores como o comprotamento dos participantes não é levado em conta.

“Quantas finais a gente tinha um dos participantes que era mega popular, 90% queriam ele e quem ganhou foi o outro?”, relembrou a apresentadora.

Paola Carosella também falou sobre a possibilidade de os jurados valorizarem mais os competidores pela forma como cortam os alimentos ou manuseiam os utensílios de cozinha.

“Seria muito injusto se eu desse valor ao comportamento de uma pessoa que teve direito a uma formação melhor e deixasse de lado alguém que, sem ter o direito a essa formação, cozinha bem pra caramba”, explicou a jurada.

Mudança que o MasterChef causou na vida dos jurados

“Não sei se eu sou um cozinheiro que vai às vezes na televisão ou se sou uma pessoa da televisão que vai às vezes para a cozinha”, contou Jacquin sobre as mudanças que o reality show causou em sua vida.

Paola Carosella destacou a importância do programa em divulgar comidas de diferentes culturas: “Minha vida era sempre dentro da cozinha, e meu universo era muito limitado. O MasterChef abriu as portas para o mundo ver as pessoas por trás da comida.”

Henrique Fogaça, por sua vez, acredita que o MasterChef trouxe “uma maturidade profissional”.

Ana Paula Padrão, que trocou o jornalismo pelo entretenimento, também comentou parte da mudança de hábitos que o MasterChef lhe proporcionou.

“Ganhei uma perspectiva que eu não tinha da vida. Passo muitas horas do meu dia aqui, tantas quanto eu passava para botar o jornal no ar, mas com interesses que são muito mais amplos”, afirmou.

Recentemente, a Band anunciou que Paola e Fogaça ganharão seus próprios programas na emissora (leia mais aqui). Erick Jacquin, por sua vez, já possui seu programa solo, o Pesadelo na Cozinha.

Estreia do MasterChef – A Revanche

MasterChef – A Revanche estreia na próxima terça-feira, 15 de outubro, às 22h45, na Band. O programa também terá reprises exibidas no canal pago Discovery Home & Health, às sextas-feiras, às 20h30, a partir de 18 de outubro.

Após a 6ª temporada do programa ter sido exibida aos domingos, às 20h, gerando críticas de espectadores e até mesmo do jurado Erick Jacquin, a emissora decidiu retornar ao horário em que o programa costumava ir ao ar.

Questionados se a mudança de horário teria ligação com a baixa audiência da 6ª temporada do MasterChef Brasil, a assessoria da Band afirmou apenas que se trata de “estratégia de programação”.

Terra

Ad

Você também pode gostar...